Finados

Finados - Curiosidades

Conhecido como:Dia dos Finados,
Hashtags:#DiaDosMortos
Data de 2019:2 Novembro 2019
Data de 2020:2 Novembro 2020
Finados (Dia dos Mortos)

Finados (Dia dos Mortos) - História

O Dia dos Mortos homenageia  os mortos. Se ora por seu eterno descanso na paz de Deus. Essa festividade data a partir do século VIII e é devido a São Odilo, abade do mosteiro beneditino de Cluny, quem a instituiu em 998. No entanto, há evidências de caráter popular de que a festa possui origens muito mais antigas. Na Bíblia fala-se sobre o sofrimento causado pela morte das pessoas: "O coração do homem é inquieto até que repousa em Deus." (Confissões 1, 1), mas também nos convida a "não cair no medo."(Romanos 8, 15). A missa que é celebrada atualmente, chamada Missa de Requiem ,abençoa os mortos para o descanso eterno. É comemorado em 2 de novembro, ou 3, caso coincida com outra festa solene ou domingo.

Melhores Tweets para Finados -

Finados (Dia dos Mortos) - Fatos  e Citações

  • O caminho da morte, na realidade, é um caminho de esperança. E ir a nossos cemitérios, assim como ler as inscrições nas tumbas, é realizar um caminho marcado pela esperança da eternidade. - o Papa Bento XVI
  • Disto me recordarei na minha mente; por isso esperarei. As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; novas são cada manhã; grande é a Tua fidelidade. A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto esperarei Nele. Bom é o Senhor para os que esperam por Ele, para a alma que O busca. Bom é ter esperança, e aguardar em silêncio a salvação do Senhor. (Lamentações 3: 21-26).
  • Em muitos países e culturas a celebração é chamada Dia de Finados. Dia dos Mortos é o nome dado pela cultura mexicana.
  • A celebração dos mortos, no México, foi declarada Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO.  Parte da tradição do nativo americano é espalhar pétalas de rosas e acender velas durante a viagem desde suas casas até o cemitério, um ato, que simbolicamente, expressa fazer-lhe um caminho de volta para a terra aos mortos.
  • Para o habitante de Nova York, Paris ou Londres, a morte nunca é uma palavra pronunciada pois queima os lábios. O mexicano, no entanto, a visita, a zomba, a acaricia, dorme com ela, a celebra, é um de seus brinquedos favoritos e seu amor mais permanente. - Octavio Paz, escritor mexicano, Prêmio Nobel de Literatura

Finados (Dia dos Mortos) - Principais eventos e coisas a fazer

  • É tradição ir  ao cemitério no Dia dos Mortos. Destacam-se, aqui, três dos cemitérios mais famosos na América Latina: o Cemitério da Recoleta, em Buenos Aires; Cemitério de Xoxocotlán na cidade de Oaxaca, declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO, e o Cemitério da cidade de Punta Arenas, no Chile.
  • Na Bolívia é muito popular compartilhar com os mortos a Tantawawa, pão ou pão wawa bebê, que é um pão com forma de criança, decorado com rostos.
  • Na Nicarágua, é costume passar a noite nos túmulos.
  • Três das mais populares festas mexicanas são realizadas nas cidades de Oaxaca, Guerrero e Puebla. Os pães doces em forma de crânios fazem parte da tradição.
  • No Brasil, o ritual mais comum para este dia é a visita ao cemitério. As pessoas colocam flores nos túmulos e oferecem orações aos mortos.

Direitos Autorais 2002-2019 © Sapro Systems LLC • Sobre nós Política De Privacidade Termos de Licença Correções & Sugestões

spacer